Teste do pezinho: saiba mais sobre o exame e como cuidar da saúde do bebê

O teste do pezinho é dos primeiros exames realizados nos bebês. Ele faz parte da triagem neonatal, que consiste em um conjunto de testes preventivos que têm como objetivo investigar doenças. 

É através desses exames que é possível identificar antecipadamente uma série de distúrbios, garantindo assim o tratamento adequado e menos chances de sequelas. 

O que é o teste do pezinho?

O teste do pezinho é um exame realizado nos primeiros cinco dias de vida do bebê. Basicamente ele consiste na coleta de amostras de sangue do calcanhar do recém-nascido, através de um papel filtro especial. 

Esse exame ajuda a diagnosticas uma série de doenças genéticas, metabólicas e infecciosas que podem prejudicar o desenvolvimento neuropsicomotor do recém-nascido. Seu grande diferencial é que ele ajuda a detectar distúrbios que não apresentam sintomas.  

Antes de nascer o feto é protegido dos malefícios de doenças metabólicas por conta da placenta. Por isso, ao nascer, muitos distúrbios podem ficar “camuflados”.

Com o teste do pezinho é mais fácil identificar as doenças que podem estar camufladas, e assim fazer o tratamento adequado para que o bebê não tenha lesões irreversíveis, ou até mesmo venha a óbito. 

Esse teste é disponibilizado de maneiras gratuita pelo SUS. No entanto, a versão básica não detecta todas as doenças que podem ser camufladas. 

Mas, existem outras versões ampliadas e mais detalhadas que podem fazer a detecção desses distúrbios. 

Quais doenças podem ser identificadas pelo teste do pezinho?

Esse tipo de exame pode identificar uma série de doenças que não apresentam sintomas. Dentre as mais comuns podemos citar: 

  1. Hipotireoidismo congênito

Essa é uma doença caracterizada pela redução ou falta do hormônio da tireoide, que é fundamental para o desenvolvimento humano. Além disso, ele também tem papel importante no funcionamento do sistema nervoso e dos órgãos.

  1. Fibrose cística 

Essa é uma doença crônica que pode atingir os pulmões, sistema digestivo e pâncreas. Ela pode ocasionar uma série de consequências, como a má absorção intestinal, aumento da viscosidade do muco e secreções pulmonares. 

  1. Anemia Falciforme

Outra doença muito comum que pode ser detectada através do teste do pezinho é a anemia falciforme. Esse distúrbio é caracterizado pela alteração da estrutura da molécula de hemoglobina.

Basicamente, com isso o transporte de oxigênio é prejudicado, o que também afeta tecidos e órgãos.  

  1. Fenilcetonúria

Outra doença que pode ser detectada pelo teste do pezinho é a fenilcetonúria. Ela é causada pela redução ou até mesmo ausência da enzima que realiza a quebra da fenilalanina em tirosina, que são aminoácidos que ficam no nosso organismo. 

Quando há um grande acumulo de fenilalanina no organismo, o bebê pode desenvolver deficiência mental.

Uma vez que a ausência ou redução dessa enzima é detectada através desse exame, é possível realizar o tratamento adequado, possibilitando a cura. 

Essas são algumas das doenças que podem ser identificadas e tratadas através do teste do pezinho. Por isso ele precisa ser realizado obrigatoriamente nos primeiros dias de vida do bebê.

Aproveite para seguir a gente no Facebook e Instagram e fique por dentro das novidades. 

Leave a Reply

Your email address will not be published.

Fale conosco
Olá,
Podemos ajudar?